O município de Paredes assinalou na sexta-feira, 16 de setembro, a abertura do ano letivo 2022/2023 com a entrega de 100 bolsas de estudo a alunos do ensino secundário e do ensino superior, num investimento total 53,500,00 euros.

O presidente da Câmara Municipal de Paredes, Alexandre Almeida, salientou “a aposta em investir no ensino, em ter melhores condições nas escolas e ter uma população cada vez com mais escolaridade“, anunciando, ainda, “o forte investimento a fazer na informatização das escolas e apostar na digitalização para dar mais condições aos alunos e a toda a comunidade escolar”.

A Câmara Municipal de Paredes “irá investir no reforço de quadros interativos de última geração e em Kits de robótica, adaptando, assim, as escolas do concelho ao ensino do futuro. Será um grande investimento na digitalização e informatização das escolas, um valor estimado em cerca de 75 mil euros ,numa primeira fase“, avançou o presidente do município.

A autarquia de Paredes “já procedeu à instalação de armários carregadores de portáteis permitindo carregar em simultâneo 30 computadores, os alunos do 3.º e 4.º anos vão ter acesso gratuito aos livros de fichas de atividades em suporte digital, os de 1.º e 2.º ano em suporte de papel”, referiu o vereador da Educação do município de Paredes, Paulo Silva. 

Os  alunos do 5.º ao 12.º ano terão ainda acesso gratuito a um livro de leitura no âmbito do Plano Nacional de Leitura, o livro foi selecionado pelos professores de português de cada uma das escolas. 

Para além destes investimentos, o município garante continuar a aposta em promover mais atividades extracurriculares e a reforçar o apoio às escolas. “Ter uma população  mais instruída e com mais escolaridade é o objetivo e é importante para o município, uma vez que o sucesso dos alunos beneficia, naturalmente, o nosso concelho”, referiu o autarca Alexandre Almeida. 

A sessão de entrega das Bolsas de Estudo decorreu no Pavilhão Multiusos de Paredes e contou com a presença dos alunos e encarregados de educação, dos diretores dos agrupamentos escolares e do executivo liderado por  Alexandre Almeida.