O município de Paredes, em conjunto com alguns parceiros locais, iniciou nesta manhã de sábado, dia 12 de março, uma ação humanitária para o transporte de 21 refugiados ucranianos, mulheres, crianças e jovens, para Portugal.

De acordo com o comunicado da autarquia, dos 21 refugiados, três são uma família que tem como destino o concelho de Paredes, uma vez que têm familiares aí residentes . “A autarquia destinou uma verba para suportar os custos do combustível e portagens de três viaturas que partiram esta manhã, dia 12 de março, pelas 09h00, do Parque José Guilherme, em Paredes, com destino à fronteira da Ucrânia com a Polónia”.

A iniciativa é realizada em parceria com a Associação de Pais do Agrupamento de Escolas Joaquim Araújo, a Hexágono – Associação dos Antigos Alunos da Escola Secundária de Paredes, a Associação de Estudantes da Escola Secundária de Paredes, a Sixt, a penCreative, e com o apoio de vários supermercados locais, Mota Reis Supermercado, Supermercados Europa e Supermercados Euro. O Grupo JAP disponibilizou três viaturas de nove lugares, conduzidas por voluntários, entre os quais uma tradutora e um jornalista, indica o mesmo comunicado.

O presidente da Câmara Municipal de Paredes, Alexandre Almeida, e a vereadora de Ação Social, Beatriz Meireles, acompanharam a saída dos voluntários com destino à Polónia.

Recentemente o município criou uma linha direta (255 788 931) para o apoio a refugiados da Ucrânia no que diz respeito à oferta de alojamento temporário, à doação de bens alimentares e a ofertas de emprego.