O município de Paços de Ferreira assinou um protocolo na quarta-feira, dia 27 de julho, de forma a garantir refeições escolares gratuitas para mais de oito mil crianças e jovens que frequentam escolas públicas do concelho.

O protocolo foi estabelecido entre a Câmara Municipal de Paços de Ferreira e os Centros Sociais e Paroquiais de Frazão/Arreigada, Ferreira, Penamaior, Associação Paços 2000 e Associações de Pais das Escolas Básicas de Penamaior e de Freamunde, através dos quais serão garantidas as Atividades de Animação e Apoio à Família na Educação Pré-Escolar e o Serviço de Refeições no 1º Ciclo do Ensino Básico ao longo do ano letivo 2022/2023.

“As refeições dos alunos do 2º ciclo, 3º ciclo e secundário, estão a ser objeto de um concurso público que deverá estar concluído nas próximas semanas”, segundo nota de imprensa da câmara municipal.

Assim, no próximo ano letivo, a câmara municipal deverá continuar a “garantir refeições escolares gratuitas a todas as crianças e jovens do concelho, do pré-escolar até ao 12º ano”, acrescenta comunicado.

Para as famílias com mais de dois filhos em idade escolar a poupança será superior a 120 euros mensais. O município esclarece que “numa conjuntura em que o aumento da inflação continuará a reduzir as disponibilidades económicas das famílias, este apoio será ainda mais importante. O impacto desta medida no orçamento municipal será bastante maior, fruto do aumento significativo dos preços das refeições previsto para o próximo ano letivo. No entanto, também para as famílias do nosso concelho, esta medida terá um forte impacto positivo, representando mais de 120 euros mensais nos casos de pais com dois filhos em idade escolar“.

Para além destes apoios, destaque para o transporte escolar gratuito também garantido pelo município. “Acresce a disponibilização dos autocarros para a realização de visitas de estudo, sem qualquer custo para os pais, o lançamento do projeto “Vamos aprender a nadar” destinado a todas as crianças do 3º e 4º ano, programa que será também gratuito, entre outras medidas que, todas juntas, representarão várias centenas de euros de poupança a todas as famílias ao longo do próximo ano letivo”, termina o comunicado.