Numa parceria com o centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, o município de Lousada está a criar uma Equipa Comunitária de Saúde Mental (ECSM), respondendo “à necessidade de aproximar os serviços da população”.

Em comunicado, a autarquia explica que “os agregados familiares mais desfavorecidos são o particular enfoque”, de forma a assegurar respostas focadas na prevenção e no tratamento. “O modelo de abordagem passa por assegurar que o tratamento decorre na comunidade, em articulação com outros profissionais de saúde e outros níveis de cuidados contribuindo para a redução do estigma e da discriminação em relação às pessoas com doença mental”, sublinha o município.

As equipas multidisciplinares, compostas por psiquiatras, enfermeiros, psicólogos clínicos e técnicos da área social, cedidos pelo Município, vão efetuar um conjunto de serviços e intervenções, como consultas externas, acompanhamento psicológico individual, terapia e intervenções de grupo, visitas domiciliárias, em articulação com os cuidados de saúde primários, entre outros.

O município de Lousada conta, também, com a colaboração da Autoridade de Saúde Pública Local e do Agrupamento de Centros de Saúde local.