A Câmara Municipal de Cinfães prevê investimento superior a dois milhões de euros no ano letivo 2022/2023.

“A maior fatia vai para os transportes escolares que são gratuitos para todos os alunos desde o pré-escolar até ao ensino secundário, o que representa uma importante poupança para as famílias cinfanenses. A título de exemplo, num ano letivo, um agregado familiar na Gralheira poupa, por aluno, um valor de €1106. No caso de Escamarão e Nespereira a poupança é na ordem dos €838,50”, informa o município em comunicado.

Os cadernos de fichas nas disciplinas todas, incluindo o inglês, para os alunos desde o 1.º ao 4.º ano de escolaridade também são assegurados pelo município. Os alunos do 1.º ciclo recebem ainda um kit individual de material escolar, que passou de oito euros para 12 euros por aluno. O município apoia também nas visitas de estudo com a atribuição de uma verba por aluno no valor de oitos euros (anteriormente era quatro euros) e disponibiliza os autocarros municipais.

Ainda no 1.º ciclo, a autarquia mantém o programa das atividades de enriquecimento curricular e o prolongamento de horário. Programa que continua a abranger, igualmente, os alunos do pré-escolar com o ensino do inglês, música e desporto.

As refeições escolares representam também “importante fatia do investimento global” com a contratação de pessoal para apoio e acompanhamento das refeições nas escolas, bem como com o custo das refeições dos alunos beneficiados por um escalão do subsídio escolar.

Relativamente ao apoio aos alunos com necessidades educativas especiais, haverá a colocação de nove auxiliares no pré-escolar, no 1.º e 2.º ciclos no ensino secundário.

O município “apoia ainda, respostas a necessidades no âmbito da psicologia e da terapia da fala, promovendo a implementação de estratégias educativas específicas. Serão também mantidas a introdução do xadrez com a oferta de um kit de aprendizagem aos alunos, a introdução à prática de andebol e gira-vólei e este ano letivo será introduzida a prática do ténis de mesa”.

Os alunos do pré-escolar e 1.º ciclo serão contemplados com a realização de várias atividades ao longo do ano letivo: desfile de Carnaval, semana da leitura, viagem de finalistas no rio Douro oferecida aos alunos do 4.º ano e comemoração do dia mundial da criança.

A atribuição de bolsas de estudo aos alunos no ensino superior é outras das medidas a manter tendo beneficiado no ano passado 144 alunos. Como forma de incentivo e reconhecimento aos alunos, a Câmara distingue os melhores alunos dos 6.º, 9.º, 10.º, 11.º e 12.º anos com a entrega de prémios de mérito escolar.

O investimento superior a dois milhões de euros inclui ainda a colocação de quadros interativos em todas as salas de aula do 1.º ciclo; a atribuição de verbas anuais às escolas para aquisição de material de higiene e limpeza e um apoio para fotocopiador (manutenção, consumíveis), expediente e telefone; a formação contínua dos assistentes operacionais e técnicos e a disponibilização de uma biblioteca itinerante que percorre as escolas do 1.º ciclo.

Acresce a estes apoios e medidas, o investimento na manutenção e beneficiação dos espaços e equipamentos escolares. “A título de exemplo, estão em curso obras, no valor de 700 mil euros, para a requalificação da Escola Secundária de Cinfães e da Escola E.B. 2,3 de Souselo“. Ainda nesta matéria, a Câmara Municipal assinou, recentemente, com o Ministério da Educação um acordo de cooperação técnica para a elaboração do projeto de ampliação e requalificação da Escola EB 2,3 General Serpa Pinto – Cinfães.