O município de Amarante vai assinalar o 25 de Abril com várias atividades, entre elas a inauguração de uma exposição.

Pelas 10h00, vai realizar-se a sessão solene de hastear de bandeiras junto à Câmara Municipal, na Alameda Teixeira de Pascoaes. Às 17h00, a Banda Musical de Amarante oferece um concerto no Claustro da Câmara.

A inauguração da exposição “António Cardoso, Diretor… ‘desde que nasci…’” vai decorrer pelas 16h00, no Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso. Vai estar patente no museu até 31 de janeiro de 2023 e pode ser visitada de terça-feira a domingo, entre as 9h30 e as 12h30, e das 14h00 às 17h30.

Esta mostra, que é também “uma homenagem”, vai ser composta por obras do professor, museólogo, conferencista e crítico de arte António Cardoso doadas a este museu, informa um comunicado da autarquia. Inclui pintura, desenho e documentos, oficiais e pessoais, que ajudarão na compreensão da mesma.

“Esta exposição é parte do justo reconhecimento ao professor António Cardoso, que acompanhou o processo de criação do Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso nas suas primeiras décadas e que o dirigiu, muito distintamente, até ao final dos seus dias”, realçou José Luís Gaspar, presidente da Câmara Municipal de Amarante.

“António Cardoso é parte da história deste museu. Sabia do seu papel em Amarante, conhecia de cor as suas obras, a evolução do seu espaço e do seu programa”, afirmou Laura Castro, diretora Regional de Cultura do Norte e próxima de António Cardoso, no texto de apresentação da exposição.

António Cardoso, natural de Amarante, faleceu em junho de 2021, aos 89 anos. Foi diretor do Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso e foi da sua responsabilidade a edição do primeiro catálogo da coleção do museu, publicado em 1997. Foi também membro da Associação Portuguesa de Museologia, da Associação Regional do Património Cultural e Natural e da secção portuguesa da Associação Internacional dos Críticos de Arte.