As Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2023 do município de Amarante foram aprovados, sem votos contra, em Reunião de Câmara e em sessão de Assembleia Municipal.

A Câmara Municipal de Amarante anunciou esta sexta-feira, dia 16 de dezembro, a aprovação do orçamento para 2023 de 50.030 milhões de euros, “sendo que destes cerca de 10,4 milhões de euros são assegurados por receita consignada de fundos comunitários e empréstimos bancários a utilizar”.

No comunicado enviado às redações, o presidente do município, José Luís Gaspar afirma estar “muito satisfeito com esta aprovação, sem votos contra. O Orçamento Municipal deste ano foi o maior de sempre em Amarante, e o do 2023, como não podia deixar de ser, está em linha com a estratégia de execução de um volume inédito de investimento na nossa terra”, afirma.

José Luís Gaspar explica que “este é, simultaneamente, um documento que continua a acautelar a preocupação que temos com o contexto externo e, muito importante, é um orçamento que foi discutido e incorpora contributos da Oposição, e que foi trabalhado em conjunto com os presidentes de junta de freguesia que, de resto, vêem reforçadas em 10% as verbas afetas aos acordos de execução para limpeza de vias e espaços públicos, superando o aumento previsto de 7,2% das transferências do Orçamento do Estado para as autarquias, o que representa um importante reforço da cooperação entre o município e as freguesias”, acrescenta.

O município de Amarante prevê terminar o ano de 2022 “com toda a faturação de fornecedores paga”, ou seja, transitar para 2023 sem dívidas a fornecedores