No dia 1 de junho, decorreu na Escola Básica de Penafiel Sudeste a II Mostra de Oferta de Educação e Formação de Jovens – Trilhos, organizada pelo Serviço de Psicologia e Orientação da Escola Básica de Penafiel Sudeste, na pessoa da Psicóloga Raquel de Sousa, com o apoio do diretor António Sorte e dos restantes elementos da direção deste agrupamento.

A mostra contou com a presença de 17 instituições oriundas de Penafiel, Marco de Canaveses, Amarante, Castelo de Paiva, Paredes, Ermesinde, Pedrouços e Maia: PenafielActiva, Associação Empresarial de Penafiel, EPT Profensino, Switch On, Conservatório de Música de Castelo de Paiva, Conservatório de Artes do Marco – Artâmega, Escola de Arqueologia do Marco de Canaveses, Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Marco de Canaveses, Centro Cultural de Amarante de Maria Amélia Laranjeira, Externato de Vila Meã, CENFIM Amarante, Escola Profissional António do Lago Cerqueira, CESPU – GANDRA, Centro de Formação Profissional das Indústrias da Madeira e Mobiliário, Externato Maria Droste, Centro de Formação Profissional da Reparação Automóvel, Centro de Formação Profissional da Industria da Construção Civil e Obras Públicas do Norte e o Instituto Profissional de Tecnologias Avançadas – IPTA.

Foto: DR

Em comunicado, a organização afirma que a iniciativa contou com a visita de “mais de 500 pessoas”, entre alunos e encarregados de educação. O objetivo passou pela divulgação, junto da comunidade escolar, da “oferta formativa profissional existente, ao nível local e expandindo um pouco a área geográfica dentro do distrito”. Foi ainda do interesse da psicóloga Raquel de Sousa que a oferta formativa fosse “a mais diversificada possível, tendo em conta algumas áreas de interesse demonstradas” pelos alunos e perfil apresentado, que se encontram a finalizar o nono ano. Todo este processo decorreu durante o acompanhamento dos alunos no âmbito da orientação vocacional.

Foto: DR

Considerando que “o processo de Orientação Vocacional deverá ser transversal a todos os alunos, pois consiste num processo dinâmico de auto e heteroconhecimento que irá acompanhar os mesmos até às suas primeiras opções, também foram convidados a participar os restantes alunos do segundo e terceiro ciclo deste agrupamento de escolas”.

Os alunos que frequentam o Ensino Articulado da Música na Academia de Música de Castelo de Paiva contribuíram com a sua musicalidade, apresentando os seus trabalhos e interagindo com os alunos que se encontravam a representar a Artâmega – Conservatório de Artes do Marco de Canaveses. Os alunos convidados também apresentaram os seus trabalhos musicais.

Foto: DR

“Esta experiência revelou-se muito enriquecedora, pois permitiu que estes estreitassem os laços de amizade, de interajuda e partilha de conhecimentos. Assim sendo, considera-se que a educação e formação artística apresenta uma excelente via para a cooperação em projetos de cariz coletivo e individual, contribuindo para o desenvolvimento dos jovens holisticamente, isto é, de forma global, nomeadamente, ao nível do desenvolvimento psicológico, motor e emocional”, refere ainda o comunicado.

Foto: DR

No decorrer da mostra, os visitante tiveram a oportunidade de assistir a vários momentos artísticos, nomeadamente de dança e musica, e usufruíram de técnicas de maquilhagem, penteados e massagem, entre outras atividades.

“Dado o dinamismo criado pelas instituições que nos visitaram tentou-se potenciar habilidades, motivar os alunos para as aprendizagens e promover o desenvolvimento de competências, tendo em conta o perfil de cada um. Considera-se que esta atividade foi muito importante para a comunidade educativa e muito positiva para os expositores”, conclui.