A ministra da agricultura, Maria do Céu Albuquerque esteve este domingo, dia 5 de junho, em Resende para entregar o Manual de Boas Práticas aos produtores de cereja do concelho.

O Manual de Boas Práticas, produzido pelo Grupo Operacional da Cereja de Resende, resultou de uma candidatura da Câmara Municipal de Resende há quatro anos, na área da produção da cereja, aos grupos operacionais, em parceria com a UTAD, a Dolmen e com a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa. 

A ministra da agricultura, Maria do Céu Albuquerque, considerou “importante os governantes virem ao terreno e perceberem as dinâmicas de cada um dos territórios. É com um gosto imenso que venho aqui verificar que a cereja de Resende, que é uma marca, tem um potencial de crescimento não só para o concelho, mas para toda a região”, frisou.

No que ao produto diz respeito, Maria do Céu Albuquerque realçou “um ano particularmente bom em que a produção foi francamente positiva. Os produtores estão todos satisfeitos com a produção, mas também com a iniciativa para poderem promover o seu produto”

Durante a visita, a ministra enalteceu o trabalho dos agricultores “que todos os dias não deixam de trabalhar, independentemente das condições que às vezes são muito adversas, para produzirem alimentos de excelente qualidade”.

Este ano, o Festival da Cereja “tem um sabor ainda mais especial”, uma vez que nos dois últimos anos não se realizou, nos moldes habituais, devido à pandemia da COVID-19 e contou com a presença da ministra da agricultura. “Termos a visita da ministra neste dia é significativo para nós, porque percebeu que a cereja de Resende é um marco instituído em Portugal e quase toda a gente a conhece”, sublinhou o presidente da Câmara Municipal de Resende, Garcez Trindade.

O autarca referiu que este evento “é fruto de 20 anos a fazer o Festival da Cereja, que visa essencialmente a promoção da cereja de Resende. Tivemos dois fins de semana de festa que correram muito bem. Veio muita gente de fora que levou daqui o nosso produto”.

As cerejas voltaram a estar em destaque no concelho de Resende nos dias 28 e 29 de maio e nos dias 4 e 5 de junho, com a realização do XX Festival da Cereja, promovido pela Câmara Municipal de Resende. O evento contou com mais de 100 produtores deste fruto.

O Festival da Cereja de Resende insere-se na Operação “PROVERE – Valorização, dinamização e promoção turística da região: Ação 1 – Destino Turístico”, promovida pela CIM do Tâmega e Sousa e cofinanciada pelo Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.