Terminaram esta semana as oficinas de arte no âmbito do mês das camélias em Celorico de Basto.

No total, foram organizadas sete oficinas de escultura, pintura, desenho, cerâmica e mosaico em cacos, tendo como inspiração esta flor e a Casa da Terra como espaço para “a arte de ensinar as diferentes formações expressivas”, indica um comunicado da autarquia.

Foto: Município de Celorico de Basto

Pela Casa da Terra passaram artistas como Filipe Pereira, pintor de cerâmica reconhecido mundialmente pelo trabalho que desenvolve; o escultor Lopes Cardoso, residente em Celorico de Basto, professor de Belas Artes e autor de diversas esculturas; o ceramista e artesão, Vitor Resende, um dos responsáveis pela elaboração do painel de azulejos de camélias localizado junto à estação de Celorico de Basto; o artesão António Salvador, que desenvolve mosaico em cacos; e a artista de artes plásticas, Carminda Andrade, que ensinou pintura aos interessados nesta disciplina.

Foto: Município de Celorico de Basto

“Foi um mês pleno de cultura e arte onde se evidenciou o interesse da comunidade pelas diferentes ações promovidas mostrando que a população está sedenta de vivenciar experiências novas e aprender com os artistas que de forma graciosa nos acompanharam neste mês das camélias”, disse José Peixoto Lima, presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto.

Foto: Município de Celorico de Basto
Foto: Município de Celorico de Basto
Foto: Município de Celorico de Basto
Foto: Município de Celorico de Basto
Foto: Município de Celorico de Basto