O médico de Saúde Pública Bernardo Gomes defendeu, este domingo, dia 6 de fevereiro, o alívio de algumas medidas de combate à pandemia em Portugal.

Entre elas afirma que: “Dentro do leque de medidas e restrições que temos, colocaria à cabeça abdicar da utilização abrangente dos certificados, mantendo-se apenas em certos contextos”.

No entanto, acredita que não se deve optar por uma via de “facilitação generalizada”, pois a pandemia ainda não acabou.

Leia a notícia completa na SIC Notícias.