A Junta de Freguesia de Vila Boa do Bispo, no concelho de Marco de Canaveses, acolheu, na tarde desta quinta-feira, dia 17 de março, a apresentação pública do projeto OMNIA – KnOwledge and Skills DevelopMent on InNovative Green EntrepreneurshIp Models for NEETs to Build CirculAr Economy.

Este projeto resulta de uma candidatura liderada pela Junta de Freguesia de Vila Boa do  Bispo à Agência Nacional Juventude em Ação, organismo público responsável pela  implementação do programa Erasmus + em Portugal. O projeto é destinado a jovens NEET, que não estudam nem trabalham.

A apresentação, que foi conduzida pelo presidente da Junta de Freguesia de Vila Boa do Bispo, contou com a presença de Luís Alves, diretor da Agência Nacional Juventude em Ação Erasmus +, do vice-presidente da Câmara Municipal de Marco de Canaveses, Mário Bruno Magalhães, de autarcas de freguesia do concelho e também de entidade e instituições da freguesia.

Miguel Carneiro

Miguel Carneiro explicou que este é um projeto que “promove, acima de tudo, a criação de oportunidades para os jovens desenvolverem os seus próprios modelos e ideias de negócio, de atividades, de iniciativas de associações, na própria comunidade, integrando princípio de economia circular”.

O autarca referiu ainda que a Junta de Freguesia de Vila Boa do Bispo lidera “um consórcio com mais cinco entidades, seis países ao todo”, sendo um projeto com a duração de dois anos, que “quer chegar a 180 jovens em vários países da Europa”, sendo que “30 jovens são da nossa comunidade para, acima de tudo, promover a aprendizagem e o ganho de competências na área da economia circular e fazer com que eles tenham maior acesso de oportunidades quando forem entrar no mercado de trabalho”.

Luís Alves

Por sua vez, o diretor da Agência NAcional Juventude em Ação Erasmus+, Luís Alves, enalteceu a satisfação “em poder estar associado e poder apoiar e financiar este projeto, porque isso coloca-nos, em todo o território, numa relação que queremos estabelecer”. Este é “um projeto que diz muito sobre a capacidade de iniciativa da Junta de Freguesia de Vila Boa do Bispo, a sua capacidade de mobilizar um orçamento tão relevante e para desenvolver projetos em áreas tão vitais para o nosso futuro coletivo”, como são exemplo “as questões da inclusão, do empreendedorismo, da economia sustentável, da economia verde”.

De acordo com Luís Alves, esta “ideia de chegar a todos os jovens, independentemente das suas circunstâncias, a todas as organizações, instituições, independentemente da sua escola, da sua dimensão, do seu orçamento, é muito importante”.

Mário Bruno Magalhães

O vice-presidente da Câmara Municipal de Marco de Canaveses, Mário Bruno Magalhães, felicitou a junta de freguesia “pelo intercâmbio. Acho que é muito útil partilhar o saber e aquilo que de melhor se faz ao longo dos diversos países do mundo, neste casos, na Europa. Quero felicitar e desejar votos de muito sucesso”.

O projeto terá a duração de 24 meses, com início previsto a 1 de abril de 2022, e será  executado por um consórcio liderado pela autarquia vilaboense e que congrega mais cinco  organizações oriundas da Turquia, Espanha, Bélgica, Roménia e Malta. O projeto tem um orçamento estimado de 230 mil euros.