Esta sexta-feira, dia 6 de maio, vai decorrer, nas instalações dos Bombeiros Voluntários do Marco de Canaveses, o Exercício da Zona de Concentração e Apoio à População.

A atividade vai consistir num exercício que prevê a instalação e montagem de uma Zona de Concentração e Apoio à População, da responsabilidade do município, para proporcionar aos cidadãos e às famílias um local seguro para permanecerem antes, durante e após as situações de uma emergência e, igualmente, assegurar a alimentação e o apoio psicológico.

“O exercício simula uma situação complexa, cujo desenvolvimento exige diferentes momentos de intervenção nas operações de proteção e socorro e na gestão da emergência. Pretende pôr à prova não apenas as nossas capacidades de socorro, mas também as capacidades de todos os agentes de Proteção Civil do Concelho, bem como todos os parceiros envolvidos, na organização e coordenação, em casos de catástrofes com muitas implicações, que envolvam pessoas e bens , tais como num caso de incêndio rural que possa implicar a retirada das populações das suas habitações, por precaução, em face do potencial perigo expectável de uma aldeia, por exemplo”, salienta a presidente do município do Marco de Canaveses, responsável pelo Pelouro da Proteção Civil na autarquia, Cristina Vieira.

Foto: Município de Marco de Canaveses

O evento vai ser conduzido em formato de LiveX, ou seja, com ações reais no terreno, sendo “dinamizado numa lógica de trabalho regular, essencial para a qualificação de todos os agentes do território”.

“É uma simulação que pode um dia vir a ser uma realidade. Há probabilidade de acontecer um acidente e, nesse caso, a resposta será real. É esta possibilidade que vamos treinar neste teste de âmbito municipal e distrital. A realização deste tipo de exercícios é uma vertente fundamental da atividade de proteção civil que permite afinar os procedimentos, compreender se os meios disponíveis são adequados e entender como responde todo o aparelho municipal a uma situação deste tipo”, afirma Cristina Vieira.

Esta iniciativa é organizada pelo Comando Distrital de Operações e Socorro do Porto, com a parceria do Serviço Municipal de Proteção Civil do Marco de Canaveses (SMPCMC), tendo como objetivo “testar a organização de resposta, por parte dos agentes de proteção civil e entidades de apoio, aquando da ocorrência de situações de emergência, designadamente desastres graves, catástrofes ou outras de caráter excecional, e que exijam a deslocação dos cidadãos das suas residências”, informa um comunicado da autarquia.

Foto: Município de Marco de Canaveses

Para o coordenador do Serviço Municipal de Proteção Civil do Marco de Canaveses, Bruno Monteiro, “a experiência adquirida durante os exercícios é a melhor maneira de preparar as equipas para responder de forma pronta e eficaz a um desastre grave ou catástrofe, sempre que se verifique deslocação de pessoas”. “Os exercícios devem ser projetados para envolver os membros das várias equipas responsáveis e fazê-los trabalhar em conjunto para garantir a resposta a uma ocorrência”, continuou.

O coordenador referiu ainda que “os exercícios aprofundam o conhecimento dos Planos de Emergência, permitem que os técnicos e diversos responsáveis testem os meios e recursos, de forma a sermos mais capazes de responder à população, que é a nossa grande missão”.