Pedro Bianchi Prata, natural de Marco de Canaveses, venceu a 2.ª Etapa do Mundial Baja Dubai, na classe três, no dia 3 de dezembro. A prova consistiu numa etapa de 194 quilómetros em dunas e deserto.

“Não podia estar mais contente, depois de tanto esforço e trabalho é tão bom vencer. Foi mais uma etapa muito dura e foi fundamental poupar a moto, pois a temperatura nas dunas passava dos 50 graus e o motor estava sempre acima dos 90 graus. Andei rápido desde o início, mas nunca arrisquei, pois sabia que um erro poderia deitar tudo a perder“, diz Pedro Bianchi Prata.

Acrescenta ainda que “o meu adversário arriscou muito e a sua moto não resistiu, ganhei todas as provas do campeonato, onde participaram 18 pilotos de mais de oito países diferentes, foi um ano muito disputado. Obrigado ao Alex e ao Gaspar pelo seu empenho pois fizeram um grande trabalho, não falhou nada”.

O vencedor do Campeonato Mundial de Bajas deixou uma mensagem de agradecimento à equipa: “Vínhamos para o Dubai para ganhar dois campeonatos, mas infelizmente só levamos um para casa, as corridas são mesmo assim e o deserto nunca perdoa. Obrigado a toda a equipa, pilotos e mecânicos por este espírito de equipa tão unido, assim corridas tão duras ficam mais fáceis para todos. É bom sentir o carinho de todos os portugueses que nos escrevem, e mais uma vez provamos que Portugal é muito mais que futebol”.

João Gomes estreou-se no deserto e “terminou a prova sem percalços”, segundo nota de imprensa.

“Que emoção, terminar uma prova desta dimensão, o deserto é intimidador e andei sempre sem correr riscos, obrigado ao Team Bianchi Prata por esta oportunidade e aos mecânicos pelo excelente trabalho”, afirma João Gomes.