Na manhã de terça-feira, dia 5 de julho, o executivo da Junta de Freguesia de Tabuado deparou-se com um “insólito e deplorável” depósito de lixo na estrada. 

De acordo com o presidente da junta, José Fernando Barbosa, “esta foi a primeira vez que se sucedeu uma situação desta dimensão. O lixo foi largado, literalmente, numa rua sem qualquer tipo de cuidado. Infelizmente vamos assistindo a estes episódios em sítios mais recatados e escondidos”.

Numa mensagem publicada na página oficial do Facebook, o executivo “repudia vivamente este tipo de comportamento, dado o mesmo pôr em causa a segurança de pessoas e bens, sendo um crime público que é punido por lei, enquanto crime ambiental”.

A GNR foi chamada ao local para proceder ao levantamento de alguns indícios que possam ajudar a  identificar os responsáveis. “Achamos que tínhamos de chamar as autoridades, quanto mais não seja para dar um sinal de que estamos atentos. Temos de fazer este trabalho, porque não podemos fazer de conta que as coisas não acontecem”, frisa José Fernando Barbosa.

O presidente da Junta de Freguesia de Tabuado considera que “nos dia de hoje não faz sentido este tipo de comportamento. Há locais próprios a que as pessoas se podem dirigir. A Câmara Municipal do Marco de Canaveses disponibiliza um número para o qual podem ligar e a mesma vai fazer o levantamento desse lixo ou então quando são detritos resultantes de obras, como aquele caso, devem ser depositados num sítio próprio”.

É este o apelo que José Fernando Barbosa deixa a toda a população “que seja amiga do ambiente. Está na moda dizermos que somos amigos da natureza e dos animais, mas depois acontecem estes episódios”.

Na publicação anteriormente mencionada, o executivo apela à população que “se eventualmente tiver alguma informação sobre este assunto e que ajude a identificar os infratores, que nos faça chegar essa informação ou diretamente à GNR do Marco de Canaveses”.