No passado sábado, dia 5 de fevereiro, foi desmantelada uma rede de jogo ilegal que operava num armazém, no concelho de Marco de Canaveses.

De acordo com um comunicado da GNR, no âmbito de uma investigação que decorria há cerca de dois meses pela prática e exploração de jogo ilegal, no concelho de Marco de Canaveses, os militares da Guarda “deram cumprimento a três mandados de busca, uma domiciliária, uma em armazém e outra em veículo”.

Foi apreendido o seguinte material: duas máquinas de jogo ilegal; 385 euros em dinheiro; um telemóvel; uma mesa de poker; diversas fichas, cartas e outros materiais relacionados com a prática do jogo; e uma soqueira.

No decorrer da ação, foram constituídos arguidos sete homens, com idades compreendidas entre os 20 e os 60 anos, por jogo ilegal, sendo que um desses homens, de 20 anos, foi também detido por posse de arma proibida. A ação contou com o reforço do Destacamento de Intervenção (DI) do Porto.

Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Penafiel.