No passado dia 23 de abril a Artâmega – Academia das Artes de Marco de Canaveses assinalou o Dia da Liberdade, de uma “forma muito especial e com convidados muito especiais”: 15 ucranianos (mulheres e crianças) que se encontram na freguesia de Sande e São Lourenço do Douro.

De acordo com Carlos Correia, diretor pedagógico da Artâmega, os alunos de música presentes, juntaram-se para entoar duas canções, a “Grândola Vila Morena”, de Zeca Afonso, e “Imagine”, de John Lennon, num “grito conjunto pela paz e pela liberdade”.

Aos alunos de música, juntou-se a Companhia dos Bugalhos, grupo de teatro infantojuvenil, que partilhou com toda a comunidade educativa presente dois poemas escritos para este momento pelos poetas Cecília Ferreira e Fernando Couto Ribeiro. “No seguimento do Concerto de Páscoa realizado no dia 2 de abril, que foi de solidariedade para com os ucranianos, em particular o grupo que esteve presente nesse dia e que se juntou também a esta cerimónia, foi entregue a quantia de 1.700 euros angariados e que agora vão dar alguma ‘liberdade’ a estas mulheres e crianças de poderem ter uma vida mais condigna e ‘normal’ como membros da comunidade de que agora fazem parte”, disse ainda Carlos Correia.

Em resumo, o diretor pedagógico frisou que “foi uma manhã de muitas emoções e que tornou evidente o papel interventivo e social que a Artâmega também desempenha, colocando a educação e a cultura ao serviço do bem comum”.