Marcador de Livros

Sugestão Literária: "A Estrada de Prata"

Maria Manuel Magalhães

20-03-2021

Não perca a sugestão semanal de Maria Manuel Magalhães.

Título: A Estrada de Prata
Autor: Stina Jackson
Editor: Editorial Presença

N.º de Páginas: 280

Sinopse:
A filha de Lennart desapareceu há três anos numa zona remota do norte da Suécia. Desde então, Lennart percorre de carro a Estrada de Prata sob o sol da meia-noite, procurando desesperadamente a sua filha - ao mesmo tempo que tenta encontrar-se a si próprio, encontrar redenção.

Entretanto, Meya, de 17 anos, chega à cidade em busca de um novo começo. Tem a mesma idade da filha de Lennart - uma jovem à beira da idade adulta. no entanto, para Meya, existem perigos neste local isolado.

À medida que a escuridão do outono se aproxima lentamente, as vidas de Lennart e Meya cruzam-se de forma trágica e assustadora, como nunca poderiam ter imaginado.

A minha opinião:

Até que ponto estamos dispostos a ir por um filho?
Lisa desapareceu há mais de três anos, mas Lennart não se conforma. Todos os dias, percorre a estrada de prata com o fim de encontrar alguma pista que o leve até ela.
Durante esses 3 anos a sua vida ficou completamente destruída.

Pior que o luto é não haver corpo para velar. É a esperança que a pessoa ainda volte. Viva.

Do outro lado, Meya, uma miúda de 17 anos, chega à cidade com a mãe procurando uma nova vida. Sempre foram uma espécie de nómadas. A sua mãe é uma mulher da vida, que procura nos homens o conforto e o dinheiro que nunca teve. Votada ao alcoolismo e a uma doença mental, a jovem mulher é uma pessoa completamente degradada. Quando vê uma oportunidade para mudar de vida não hesita e leva a filha consigo.

Meya é uma jovem completamente diferente da mãe e sabe que não quer aquela vida para ela. Refugia-se no seu quarto, de onde sai à noite para explorar a floresta perto de casa. É aí que conhece três jovens rapazes, e o seu primeiro amor.

É aqui que conhecemos uma outra família, também ela atípica. A família de Carl Johnson e dos seus irmãos é uma espécie de eremita. Pertencentes a uma seita que não aceita nada que venha do exterior, a família contudo aceita Meyra mesmo esta terá de aceitar as suas regras. E a jovem assim o faz...

É sob estas três espécies de vidas que nos vamos debruçar. Vidas completamente diferentes que enriquecem a história e o livro em si.

Quando comecei a ler este livro pensei que estava perante um thriller viciante, mas acabei por tirar bem mais deste livro. Um livro que retrata várias formas de ver a maternidade/paternidade, a visão de várias famílias, da forma como vivem o dia a dia, e o desespero de um pai à procura da pessoa que mais ama, em obter respostas.

Este livro é mais um 4,5 estrelas.