O MaiaShopping vai manter as luzes de Natal apagadas até ao dia 1 de dezembro, de forma a “apelar à redução do consumo energético”.

Esta medida vem complementar as decisões tomadas pela Sonae Sierra, responsável pelo centro comercial MaiaShopping, que passam pela redução da quantidade de luzes decorativas, priorizar a iluminação de alta eficiência (LED) e, agora, a decisão de acender as luzes apenas a partir do dia 1 e adiar o horário das iluminações para as 18h00.

Emanuel Lemos, diretor do MaiaShopping, refere que “para o MaiaShopping a preservação do meio ambiente é uma preocupação prioritária e queremos continuar a ser agentes ativos na conservação do nosso planeta. Através da criação e da implementação de medidas energéticas mais eficazes já conseguimos reduzir 27% do consumo de energia do MaiaShopping, face ao ano de 2019. É com os olhos postos no futuro e com a ambição de fazer cada vez mais, que tomámos a decisão de implementar medidas que melhorem a eficácia energética também nas decorações de Natal”.

O grupo lançou recentemente a campanha “Energia Positiva”, com o mote “Nós pouco notamos, mas o planeta sim”, desta forma, o objetivo é “reforçar cada vez mais a redução do consumo de energia em todos os centros comerciais”, termina a Sonae Sierra em nota de imprensa.