A Mata de Vilar, na Paisagem Protegida Local do Sousa Superior, em Lousada, vai ter disponível o

primeiro trilho florestal inclusivo do país, acessível a pessoas com vários tipos de deficiência e mobilidade reduzida.

O trilho, que estará disponível “brevemente”, será homologado para utilizadores invisuais ou com mobilidade condicionada, com uma extensão aproximada de 800 metros, e, em contexto florestal, será “único no país”. De acordo com um comunicado da autarquia, o espaço vai ser ainda complementado com estruturas de apoio à visitação, nomeadamente uma mesa interpretativa sensorial e outros instrumentos de estimulação sensorial e de orientação, reforçando o seu caráter inclusivo.

Este novo trilho é uma adição aos quatro já existentes na Mata, com extensões e graus de dificuldade variáveis (Trilho do Miradouro, Trilho do Medronheiro, Trilho das Alamedas e Trilho Histórico).

Também “brevemente” vai ser disponibilizado um aplicativo de apoio à visitação para smartphones (cofinanciado pelo projeto VilarIntegra, do Turismo de Portugal) e vão ser implementados pontos de acesso Wi-fi e postos de carregamento alimentados por energia solar. O acesso à rede de internet vai ter ainda a função de auxiliar a gestão e monitorização da Mata, permitindo a recolha e carregamento de dados em tempo real, auxiliando ainda a realização de atividades pedagógicas, científicas e de ciência cidadã.

Foto: Município de Lousada

A Câmara Municipal de Lousada informa ainda que a Mata vai sofrer obras de conservação de elementos arquitetónicos com interesse histórico e cultural, designadamente os caleiros originais calcetados que ladeiam alguns trilhos, que vão ser recuperados numa extensão de aproximadamente 300 metros, mantendo a sua traça original, dos finais do século XIX, bem como a funcionalidade de condução das águas pluviais.

“Mata de Vilar: Turismo Verde e Acessível das terras do Vale do Sousa” foi o projeto, inserido numa iniciativa comunitária promovida pelo PDR2020 e cofinanciada pelo FEADER (Fundo Europeu de Desenvolvimento Agrícola e Rural) – “A Europa investe nas zonas rurais”, no âmbito do Portugal 2020, que a autarquia viu aprovado recentemente e que prevê “várias benfeitorias focadas na sua preservação e na melhoria da experiência de visitação para todos os tipos de público”.