No âmbito do projeto ProW está a decorrer uma intervenção que conta com a participação de 50 educadoras de infância e auxiliares de 21 jardins de infância do município, numa colaboração entre a Câmara Municipal de Lousada e a Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto.

O projeto, que abrange mais de 400 crianças em idade pré-escolar, “promove o bem-estar e a satisfação profissional das educadoras do pré-escolar, através da aplicação de modelos e estratégias da Psicologia Positiva (PERMA)“, assim como com o “auxílio dessas profissionais na gestão de alguns comportamentos das crianças (SWPBS) a seu cargo”. refere o município em comunicado.

O município salienta a importância do “contributo e envolvimento de todos os elementos que compõem o dia-a-dia dos jardins-de-infância, promovendo relações positivas e colaborativas entre todas as envolvidas”.

No dia 10 de fevereiro, o consórcio do projeto ProW, Promoção do bem-estar de educadoras e crianças através da Psicologia Positiva no Município de Lousada, realizou a quarta reunião, que decorreu online e contou com a participação de elementos da equipa da autarquia e de representantes de todos os parceiros envolvidos.

Este é o primeiro ano da implementação do projeto, tendo sido até agora dinamizadas duas sessões de formação, envolvendo 24 educadoras de 11 jardins-de-infância.

Para informações mais detalhadas pode ser consultada a página do projeto, cofinanciado pelo Erasmus+.