O piloto de Lousada Joaquim Machado vai a Mação este fim de semana focado em estar na luta pela vitória entre os S1600.

“O nosso propósito maior para esta época é estar na luta pelo título nacional na Divisão S1660 e temos plena noção de que chegar ao título vai exigir um equilíbrio forte entre rapidez e capacidade de sermos regulares, pontuando forte em todas as provas” do Campeonato de Portugal de Ralicross by Transwhite, afirmou o piloto, citado em comunicado.

O piloto do Peugeot 208 encara o 57.º Mação Verde Horizonte com “todo o foco e empenho nesta ida a Mação”. “Admito que a pista não é das minhas favoritas, mas é igual para todos e se quero ser campeão, tenho de ser competitivo em todos os traçados”, continuou.

“Dadas as características da pista de Mação, queremos estar rápidos desde os treinos e, sobretudo nas mangas de qualificação e na meia-final, evitar incidentes e ficar nos lugares da gente, para garantir uma posição na frente da grelha para a final, algo fundamental se queremos discutir a vitória”, explicou.

Machado está “muito motivado”, pois: “dando seguimento à excelente época que fizemos em 2021, em Montalegre estivemos muito fortes e, uma vez mais, provamos que têm de contar connosco na luta pelos triunfos em todas as provas”.

O Peugeot 208 não foi alvo de “nenhuma intervenção mais profunda”. “O carro esteve excelente em Montalegre e apenas fizemos uma revisão cuidada e preparamos o ´Setup´ para a pista de Mação. Claramente, tenho um carro como nunca tive e só tenho que agradecer à Kaxa e Motor pelo trabalho que tem feito”, rematou.