O “Moinho da Tapada”, em Lousada, foi restaurado e inaugurado, esta semana, como Centro de Interpretação do Rio Mezio.

De acordo com um comunicado da autarquia, neste centro podem ser consultados painéis ilustrados, da autoria de Fernando Correio, explicativos da fauna e da flora do rio Mezio, bem como informação sobre o engenho molinológico que fazia rodar as mós deste moinho.

Foto: Município de Lousada

A inauguração contou com a presença do vereador com o Pelouro do Ambiente, Manuel Nunes, e com professores, pais e alunos da EBS de Nevogilde. Foi explicada a história do Moinho da Tapada e da sua envolvente, os mecanismos de funcionamento de um moinho, incluindo a levada e o açude, os tipos de grafitos molinológicos e o seu papel na vivificação da figura do moleiro. Foi ainda explicada a importância ecológica do rio Mezio.

Foto: Município de Lousada

No final, os participantes plantaram árvores e arbustos ripícolas (tais como: amieiros, freixos, ulmeiros, azevinhos, pilriteiros e azereiros) e colocaram autocolantes que assinalam a superfície envidraçada das portas do moinho, prevenindo a colisão de aves selvagens contra as mesmas.

As visitas a este espaço podem ser solicitadas através do programa BioEscola ou pelo e-mail [email protected] (apenas para grupos).

Foto: Município de Lousada
Foto: Município de Lousada