Um homem de 28 anos foi constituído arguido por crimes de burla, no concelho de Penafiel, no passado dia 17 de fevereiro.

De acordo com um comunicado da GNR, no âmbito de uma investigação por um crime de burla ocorrido há cerca de dois meses, no concelho de Penafiel, os militares da Guarda conseguiram localizar e identificar o suspeito.

No decorrer desta investigação, “foi ainda possível correlacionar o suspeito com outros processos de burlas ocorridos em vários concelhos na região do norte”.

Foi possível apurar-se que “o suspeito abordava as vítimas, especialmente vulneráveis, alegando pertencer a empresas credíveis, com identidades e profissões falsas”. O suspeito “adquiria a confiança das vítimas e, de seguida, oferecia computadores portáteis a baixo custo, acompanhando-as até terminais multibanco, onde se apoderava indevidamente de quantias monetárias”.

Foto: GNR

A GNR informa ainda que apreendeu e recuperou seis computadores portáteis, um telemóvel e um veículo.

O suspeito foi constituído arguido e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Penafiel.