A Meta, a empresa liderada por Mark Zuckerberg, ameaçou suspender as redes sociais Facebook e Instagram na União Europeia (UE).

Em causa estão os regulamentos sobre a partilha de dados dos utilizadores europeus com os Estados Unidos, se estes não forem alterados, as redes sociais podem mesmo deixar de funcionar na Europa.

Esta hipótese é colocada no relatório anual da Meta à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos da América (U.S. Securities and Exchange Commission em inglês).

Leia a notícia completa em sicnoticias.pt.