Foi detido, no Porto, um homem “fortemente indiciado” pela prática do crime de abuso sexual de crianças, no contexto da atividade desportiva.

A Polícia Judiciária (PJ), “em inquérito titulado pelo Ministério Público do Porto”, identificou e deteve um homem, de 19 anos, pela “presumível autoria sucessiva de crimes de abuso sexual de crianças, entre julho e setembro na cidade do Porto”, revela a força policial em comunicado.

A PJ indica que o arguido “exercia a função de treinador das camadas jovens de clube de associação desportiva, onde a vítima praticava desporto, ocorrendo os abusos no contexto da relação de proximidade existente”.

Os abusos foram “recentemente” sinalizados, após a deteção, por “familiares próximos da vítima, um menor, atualmente com 13 anos de idade, de mensagens comprometedoras de natureza íntima, trocadas através das redes sociais”, acrescenta.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, ficando sujeito às medidas de coação de suspensão de exercício da atividade profissional, obrigação de não permanecer na área de residência da vítima, obrigação de apresentações trissemanais no posto policial da respetiva área de residência e proibição de contactos, por qualquer meio, com a vítima.