Um homem de 37 anos foi detido por violência doméstica, no concelho de Paredes, no passado dia 18 de março. A detenção foi realizada pelos militares do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Penafiel.

De acordo com o Comando Territorial do Porto, os militares, no âmbito de uma investigação por violência doméstica, apuraram que o suspeito ameaçava de morte e injuriava “reiteradamente a vítima, sua mãe com 62 anos, que temia pela sua integridade física e vivia constrangida na sua liberdade”.

No decorrer da ação, o referido suspeito foi detido, tendo na sua posse uma arma de fogo, “a qual foi apreendida”, foi referido no mesmo comunicado.

O homem, com antecedentes criminais por diversos crimes, pelos quais já tinha cumprido 11 anos de prisão efetiva, “teria sido libertado há cerca de seis meses e co-habitava com a vítima”.

O detido foi presente a primeiro interrogatório no Tribunal de Instrução Criminal de Penafiel, onde lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.