O Governo vai prolongar por mais três meses, até 30 de abril, a redução extraordinária das taxas do Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP) sobre a gasolina e o gasóleo, mantendo a descida em dois cêntimos na gasolina sem chumbo e em um cêntimo no gasóleo.

A prorrogação desta medida, excecional e temporária, que terminava esta segunda-feira, está prevista numa portaria conjunta dos ministros de Estado e das Finanças, João Leão, e do Ambiente e da Ação Climática, Matos Fernandes, a que a Lusa teve acesso, e que é hoje publicada em Diário da República.

Esta solução foi aplicada pela primeira vez em outubro, tendo o Governo decidido que a redução do ISP se mantinha até 31 de janeiro deste ano.

Leia a notícia completa em sicnoticias.pt.