Entre os dias 21 e 27 de março, a Guarda Nacional Republicana (GNR) registou um total de 5.592 contraordenações por excesso de velocidade, num universo de 224.058 condutores, no âmbito da operação “RoadPol – Speed”. 

Na ação de fiscalização rodoviária, direcionada para a fiscalização e o controlo de velocidade em todo o território continental, estiveram na operação militares dos Comandos Territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito 

O principal objetivo da operação é a “criação de um ambiente rodoviário mais seguro, procurando desta forma influenciar positivamente os condutores, levando-os a adotarem comportamentos que privilegiam uma condução segura, em detrimento de comportamentos de risco, como o excesso de velocidade”, sublinha a GNR em comunicado.