Entre os dias 4 e 10 de abril, a Guarda Nacional Republicana (GNR), no âmbito do “Euro Contrôle Route”, em colaboração com o Instituto da Mobilidade e dos Transportes, I.P., registou, em todo o território nacional, um total de 159 contraordenações na fiscalização de transportes rodoviários de mercadorias, nomeadamente perigosas.

Na operação de fiscalização, “realizada essencialmente nas vias com um maior tráfego de veículos deste tipo”, os militares dos Comandos Territoriais da Unidade Nacional de Trânsito (UNT) “registaram 51 contraordenações relacionadas com a utilização de tacógrafos e incumprimento dos tempos de condução e repouso; 28 e 22 envolvem equipamentos de bordo e documentos de bordo, respetivamente; 19 por transporte de mercadorias perigosas; e 13 por anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização”, informa a GNR em comunicado.