Entre os dias 18 e 24 de março, a Guarda Nacional Republicana (GNR), para além da sua atividade operacional diária, realizou um conjunto de ações, em todo o território nacional, que visaram “não só a prevenção e o combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária, como também a fiscalização de diversas matérias de âmbito contraordenacional.

Nestas ações foram registados vários dados operacionais provisórios, sendo que a nível de detenções foram realizas 464 em flagrante delito, destacando-se: 199 por condução sob o efeito do álcool; 96 por condução sem habilitação legal; 23 por tráfico de estupefacientes; 11 por violência doméstica; nove por posse ilegal de armas e arma proibida; seis por furto e roubo e um por incêndio florestal.

Já no que a apreensões diz respeito, foram feitas as seguintes:  402,5 doses de cocaína: 273,8 doses de heroína; 18,8 doses de óleo de canábis; sete comprimidos de anfetaminas; dois comprimidos de MDMA; 62 pés de canábis; 15 armas brancas ou proibidas; 487 munições; nove veículos; 5 042 euros em numerário.