O furacão Danielle, já sob a forma de tempestade, vai, dentro de poucos dias, largar frentes que poderão causar “um forte temporal de chuva e vento em Portugal continental”, a partir do próximo domingo e segunda-feira, dias 11 e 12 de setembro.

De acordo com o coordenador municipal de Proteção Civil de Marco de Canaveses, Bruno Monteiro, citado num comunicado: “nesta ou outra situação de previsão de mau tempo devemos todos adotar uma série de iniciativas preventivas, antes que esta se verifique”.

Entre as medidas estão:

  • Fixar as estruturas soltas, nomeadamente: andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
  • Ter especial cuidado na circulação e permanência junto a áreas arborizadas, devido à possibilidade de queda de ramos e árvores em virtude de vento mais forte;
  • Evitar a circulação e permanência nas terras altas, onde as rajadas de vento esperadas são fortes ou muito fortes;
  • Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e a retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
  • Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e das Forças de Segurança.