A Associação de Defesa do Património Histórico e Cultural de Castelo de Paiva (ADEP) vai promover este domingo, dia 9 de outubro, no Parque das Tílias, em Sobrado, a 23.ª edição da Feira do Século XIX.

A iniciativa conta, pela primeira vez, com um baile à moda antiga, acompanhado pela Orquestra Típica, de Cinfães, e de Tocadores de Concertinas. Além disso, o teatro de rua também é uma novidade nesta edição, que procura também “evidenciar o conhecimento da história mineira de Castelo de Paiva“, explica nota de imprensa da autarquia.

Foto: Município de Castelo de Paiva

No edifício da antiga Casa do Povo, na zona da Frutuária, vai ser recriado o “ambiente vivido numa verdadeira feira de tempos já recuados”, através de “trajes, dos artesãos, dos comerciantes dos produtos agrícolas e animais domésticos, da música tradicional e da animação de rua e de diversas associações locais”, segundo comunicado.

Vão ainda integrar este evento “farsantes e charlatães em franca atividade, com a participação e envolvimento dos ranchos folclóricos do concelho, grupos de tocadores de concertina e de cantares ao desafio”.

Foto: Município de Castelo de Paiva

O programa tem início às 10h00 com a abertura da feira e vai ser animado por folclore, seguido de “algumas atividades etnográficas e uma prova de sabores”. Além disso, o museu “Primeiras Artes” e a “Casa dos Engenhos” estará disponível para visita.

O presidente da câmara municipal, José Rocha, afirma que: “ao tentar caracterizar-se algumas das atividades que faziam parte do quotidiano das pessoas da época, estamos a respeitar as nossas origens, a recuperar velhos costumes e a reconstruir cenários já há muito esquecidos e também desconhecidos para muita gente, especialmente para aqueles que são mais jovens”.

Martinho Rocha, atual presidente da ADEP, acredita que a 23.ª edição da feira é uma forma de evidenciar “a ruralidade da época” e que “irá superar todas as expetativas, apresentando algumas novidades”. Ainda, deixa um convite ao público para participarem na feira “como forma de reconhecimento pelo trabalho que tem sido desenvolvido pela coletividade e pela organização da iniciativa”.

O evento conta com o apoio da câmara municipal e de diversas entidades da região.