As famílias beneficiárias de prestações mínimas ou que estão abrangidas pela tarifa social da eletricidade e com IBAN registado na Segurança Social recebem esta sexta-feira, 23 de dezembro, o apoio extraordinário de 240 euros.

O apoio chegará aos beneficiários da tarifa social de energia elétrica que tenham recebido o apoio na segunda fase e às famílias que sejam beneficiárias de prestações sociais mínimas por referência ao mês de novembro de 2022, num total de 1,037 milhões de agregados familiares.

O apoio foi aprovado, na semana passada, pelo Conselho de Ministros, tendo a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, precisado então que este é dirigido a famílias “em situação mais vulnerável” e visa “mitigar o impacto da subida de preços nos seus orçamentos”.

Esta medida vem juntar-se às duas prestações extraordinárias de 60 euros, pagas em abril e julho, às famílias beneficiárias da tarifa social de eletricidade ou de prestações sociais mínimas, e aos 125 euros atribuídos em outubro aos adultos não pensionistas com rendimentos inferiores a 2.700 euros brutos.