Mariana Cardoso, de 36 anos, residente na freguesia de Sande e São Lourenço do Douro, concelho de Marco de Canaveses, está desaparecida desde a tarde de sábado, dia 10 de setembro.

Segundo a cunhada, “saiu de manhã e foi à fábrica onde trabalha. Depois foi ter com a mãe e veio para casa”, e o desaparecimento aconteceu “a seguir ao almoço. A filha mais velha de 15 anos estava em casa e não se apercebeu. Mais tarde, por volta das 17h00 como a mãe não aparecia ligou para o pai a dizer que não sabia da mãe”, conta.

A família tentou entrar em contacto com Mariana Cardoso “mas o telemóvel não funcionava. Quando saiu desligou-o”.

De acordo com a cunhada, esta é a “primeira vez que desaparece. Mas aparentava um ar abatido e cansado”. A mulher foi vista, pela última vez, por uma vizinha, por volta das 14h00 e estava “com um vestido vermelho. Tem os cabelos pretos, ondulados e mais ou menos pelos ombros. Saiu com a roupa do corpo e o telemóvel, os documentos ficaram todos em casa”, acrescenta.

A família apresentou queixa na GNR, que tomou conta da ocorrência. Pedem a ajuda de toda a população e para que entre em contacto com o número 914690625 ou com a GNR.