A exposição “As Bravas” estará presente no Festival Internacional de Fotografia, Fest Amarante, que irá decorrer de 27 de maio a 3 de julho, nos Claustros do Mosteiro de São Gonçalo.

“As Bravas” são fruto do projeto Enxoval que explora as questões da igualdade de género com comunidades do Porto e de Amarante e que através de uma exposição de fotografias o fotógrafo Paulo Pimenta “retrata heroínas da vida real”, indica em o comunicado o CLAP – Centro Local de Animação e Promoção Rural- Instituição Particular de Solidariedade Social.

No âmbito do Projeto Enxoval – Tempo e Espaço de Resistência- promovido pela PELE, financiado pela iniciativa PARTIS da Fundação Calouste Gulbenkian, do qual são parceiros o município de Amarante e o CLAP, “As Bravas” do Marão, já passaram entre os dias 28 de janeiro e 25 de abril na Gulbenkian, em Lisboa. 

Nos dias 23 e 24 de abril algumas “bravas” de Amarante partilharam as suas histórias e  memórias, servindo de inspiração, alimentando a esperança de um futuro mais justo e igualitário”.

O projeto Enxoval prepara também um espetáculo performativo que decorrertá nas ruas de Amarante, convidando “todas as bravas, guerreiras do quotidiano, artistas da vida e pessoas que acreditam na transformação social através da criação artística” para se juntarem ao Grupo Comunitário de Amarante, no dia 6 de Maio, na Casa da Juventude de Amarante, pelas 18h30.