A Estação de São Bento foi considerada uma das mais bonitas do mundo, segundo uma lista da revista internacional “Architectural Digest”.

Esta estação situada no centro da cidade do Porto surge entre as 37 gares ferroviárias mais bonitas do mundo, sendo que a Gare do Oriente é o outro local português a ser mencionado.

A escolha deve-se “às suas características distintivas”, cita a Câmara Municipal do Porto. “O arquiteto José Marques da Silva inspirou-se na Paris do século XIX quando desenhou a fachada e telhado amansardado da estação do Porto, que abriu e 1916”, pode ler-se na revista.

“O destaque central da estação foi criado pelo pintor e filho nativo Jorge Colaço, que cobriu as paredes do átrio com cenas da história de Portugal. Ainda que Colaço trabalhasse frequentemente sobre tela, a técnica utilizada na estação recorreu a 20 mil azulejos de cerâmica. O artista precisou de 11 anos para completar os murais”, acrescenta a “Architectural Digest”.

“Com voos permanentes para todo o lado, as pessoas tendem a preferir o céu aos carris. Há uma nostalgia – e mesmo charme – em embarcar num comboio que não pode ser replicado por qualquer outro meio de transporte”, acrescenta o texto assinado por Lise Funderburg, Allix Cott, e Jessica Cherner, na referida revista.

“Seja no trajeto diário ou em aventuras pelo globo, é incrível descobrir que alguma da arquitetura mais arrebatadora do mundo se encontra em estações de comboio”, indica.

A “Architectural Digest” define-se como uma “vibrante celebração mensal dos talentos internacionais do design, casas e produtos inovadores, ideias inspiradoras de decoração, cultura, e viagens”. Foi lançada em 1920, na Califórnia, e publica, atualmente, nove edições internacionais, contando ainda com presença digital.