Se quisesse definir,

Neste preciso momento,

O que é para mim o Natal,

O que me viria ao pensamento?

Natal é reflexão,

É comemorar a luz…

Sentir com o coração.

É paz,

Cantada numa bela canção.

É amor,

Se dele for construtor.

É mudança,

Para fazer o melhor.

É família reunida,

Para o celebrar

Com alegria,

Mesmo com alguma dor,

Se a saúde foi traída.

É tempo de repartir

O carinho…

O afeto…

Ter os filhos por perto.

É também ser solidário

Para quem na pele sente

O coração solitário.

Natal também é saudade

De lugares vazios na mesa,

Mas nos dá felicidade

De os recordar com nobreza.

Natal são as crianças

Com um brilho no olhar

Ansiosas pelos presentes

Que as farão sonhar.

Natal és tu… Natal

Sou eu…

É o Menino Jesus,

Que por todos nós nasceu.

Natal é

Aqui…

Ali…

Em todo o lugar.

Façamos do Natal luz

Para que o mundo

Seja melhor!

Poema de Madalena Natário.