Especiais

Dia da Mãe: Octávia Rocha concilia vida profissional com “o beijo mais carinhoso” do filho

Ana Magalhães

02-05-2021

O Jornal A VERDADE traz-lhe mais um testemunho, neste Dia da Mãe, de como é conciliar a vida de mãe com a vida profissional.

João Teixeira

“Não há amor como o de uma mãe”. É uma frase que nos dizem muitas vezes ao longo da nossa vida. É descrito como “um amor incondicional e incomparável” e que “só se sente quando se é mãe”.

Octávia Rocha, de 37 anos, defende este amor “com unhas e dentes”. É mãe e empresária, uma vez que é proprietária de dois salões de beleza, com estética, cabeleireiro e maquilhagem, em Marco de Canaveses. O seu filho, de 13 anos, acompanhou todo o processo de abertura dos dois espaços.

Para a empresária, “é um grande desafio” conciliar a vida profissional com o “trabalho diário e constante” de ser mãe. Contudo, garante: “com amor e dedicação, tudo se consegue. Acho que a parte mais difícil é, talvez, abdicar de tempo para conseguir ter estabilidade a nível profissional e familiar”, ponderou.

De acordo com Octávia Rocha, este equilíbrio entre a vida pessoal e a vida profissional é “fundamental” para o sucesso nos dois âmbitos. “Saber gerir o tempo para poder dar e estar presente na vida do meu filho, principalmente em certas fases da vida, é muito importante”, defendeu.

O filho de Octávia Rocha esteve presente nas aberturas dos seus dois espaços de beleza, tanto na Avenida Avelino Ferreira Torres, como, mais recentemente, no Intermarché de Marco de Canaveses. “É muito importante tê-lo comigo em todos os momentos da minha vida. É um porto seguro, é o melhor abraço do mundo e o beijo mais carinhoso”, confidenciou.

E o seu papel de mãe e seu trabalho diário fazem com que a profissional de beleza consiga conciliar o “melhor dos dois mundos”, sem deixar nenhuma das partes descuradas. “A melhor parte é quando conseguimos atingir os objetivos e sentimos paz interior a todos os níveis. É muito importante, para mim, saber que estou a ser uma boa mãe para o meu filho e, quando o ouço da boca dele, é ainda melhor”, confessou.

A empresária considera que as pessoas devem “lutar pelos seus objetivos profissionais”, mas defende que a “família deve estar sempre em primeiro lugar”. E garante: “os nossos filhos são a nossa maior fonte de inspiração. É deles que vem a força de lutar, de querer mais e de acreditar que vamos conseguir tudo o que queremos”.

Para as mães empresárias, Octávia Rocha deixa ainda um conselho: “não desistam de lutar! Há dias que são mais difíceis do que outros e que até pode haver a vontade de desistir. Mas não o podem fazer! Lutem e nunca desistam porque vão conseguir e ter os nossos filhos ao nosso lado é sempre uma mais valia! Dá-nos mais força de vontade para correr atrás dos nossos sonhos”, aconselhou, para terminar.