O que se pode esperar do regresso das Festas do Marco?

Depois de dois anos de pandemia, naturalmente que este regresso está a ser vivido com muita expectativa e entusiasmo. Todos nós sentimos falta destes momentos e por isso o Município aposta num regresso em grande, com um programa de excelência, que acreditamos estar de acordo com as expectativas dos marcuenses.

As festas também servem para que possamos ter momentos de alegria, mesmo em tempos difíceis e de algumas adversidades, e é isso que vai certamente acontecer.

A Câmara Municipal volta a apostar num cartaz diversificado, com grandes nomes da música nacional. Porquê?

É uma aposta que já se revelou vencedora no passado. Recordamo-nos bem das Festas do Marco 2018 e 2019, dos milhares de visitantes que recebemos e de como os marcuenses saíram à rua e voltaram a sentir orgulho nas festas da sua cidade. É um modelo de festas pensado para todos, popular, diversificado e inclusivo.

Voltamos a ver várias associações locais envolvidas no programa…

As Festas do Marco são um momento importante para a promoção da nossa cultura e tudo o que de melhor existe e se faz no nosso concelho. Por isso é imprescindível o envolvimento das nossas associações, a quem desde já agradecemos o valioso contributo: a AE Marco, a Associação de Artesãos, a Rota dos Vinhos, a Artâmega, a delegação da Liga Portuguesa Contra o Cancro, a Fundação Santo António, a Associação Marco Vivo, o HC Marco e o Clube de Ténis do Marco. Fundamental é também a Paróquia de Santa Marinha de Fornos, responsável por toda a componente religiosa.

Julho é também uma altura em que o Marco de Canaveses começa a receber emigrantes. O programa é também pensado neles?

As Festas do Marco são também um momento de reencontros e de família. E, de facto, é uma alegria enorme podermos, passados estes dois anos, voltar a receber os nossos e podermos voltar a conviver com alguma normalidade.

Quer deixar um convite aos marcuenses e aos leitores do jornal A Verdade em toda a região?

Dizer a todos que estamos ansiosos por os receber no centro da cidade nestes cinco dias tão especiais para o nosso concelho. Todos os envolvidos na organização, a começar pelos trabalhadores do Município a quem agradeço, trabalharam de forma empenhada para preparar cada pormenor e para que tudo decorra na perfeição. No entanto, quem verdadeiramente faz a festa e lhe dá sentido é o público. Sem vocês não há festas. Por isso sintam-se bem-vindos ao Marco de Canaveses e desfrutem deste magnífico programa que preparamos e da hospitalidade e simpatia dos marcuenses.