As empresas cujos trabalhadores tinham uma remuneração base declarada equivalente ao salário mínimo em dezembro de 2021 terão direito a um apoio por trabalhador no montante de 112 euros (o máximo), uma compensação criada pelo Governo será paga pelo IAPMEI e pelo Turismo de Portugal.

À semelhança do que aconteceu em 2021, as empresas vão voltar este ano ter direito a um apoio para compensar a subida do salário mínimo para os 705 euros. O prazo para requerer a compensação – através de uma plataforma disponibilizada pelo efeito pelo IAPMEI – tem início esta terça-feira, 1 de fevereiro, e prolonga-se até 1 de março. Montante do apoio definido para 2022 pode ir até 112 euros por trabalhador.

As regras de acesso ao apoio são similares às que já vigoraram no ano passado, altura em que, em contexto de crise pandémica, o Governo de António Costa já tinha decidido aumentar o salário mínimo dos 635 euros para os 665 euros.

Saiba mais em expresso.pt.