O editor e livreiro da Caminho/LeYa, natural de Paredes, Zeferino Coelho, foi distinguido, na segunda-feira, dia 3 de janeiro, pela Estoril Sol, com o Prémio Vasco Graça Moura – Cidadania Cultural 2022.

Este galardão existe desde 2015 e enaltece a atividade de mais de 50 anos do editor em prol da literatura e da cultura portuguesa, informa um comunicado da autarquia de Paredes.

Zeferino Coelho nasceu em Paredes, em 1945, e é licenciado em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Começou a trabalhar como editor na Editorial Inova em 1969, onde esteve até ao ano de 1971. Em 1977, entrou para a Editorial Caminho, onde se mantém desde então.

Foi o editor do Nobel José Saramago e de oito vencedores do Prémio Camões, nomeadamente, o próprio José Saramago, José Craveirinha, Sophia de Mello Breyner, Luandino Vieira, Arménio Vieira, Mia Couto, Germano Almeida e Paulina Chiziane.

Em 2019, o paredense, que já foi homenageado pela Câmara com a Medalha de Ouro do município, recebeu a condecoração, pelo Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa, da insígnia de Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.