A Peugeot Rally Cup Ibérica 2022 vai arrancar a 11 e 12 de março, no Rali Serras de Fafe e Felgueiras, com a participação de 17 duplas de Portugal, Espanha, Argentina e Uruguai e a estreia de duplas portuguesas na prova.

As duplas Ernesto Cunha / Rui Raimundo e Ricardo Sousa / Luis Marques regressam à prova, mas destaca-se a estreia das duplas José Loureiro / Valter Cardoso, Luis Morais / Helena Maia (a oposição feminina nacional à navegadora espanhola atrás referida), Paulo Roque / Tiago Teixeira, grupo a que se junta o muito experiente (mesmo a um nível internacional) Renato Pita, navegado por Luis Bouça.

São 17 as duplas que se preparam para iniciar a Peugeot Rally Cup Ibérica 2022, uma Temporada 5 que voltará a “apostar numa mistura entre novos valores da disciplina e outros com provas dadas”. Os pilotos irão lutar pelos prémios monetários e em material que estão em jogo prova a prova, e pelo Grande Prémio Final, muito semelhante ao que Alejandro Cachón alcançou em 2021, tornamdo-se Piloto Oficial da Citroën España no SuperCampeonato de Ralis de España 2022.

Coorganizado pela PEUGEOT Portugal e PEUGEOT Espanha, com o apoio da Sports & You, o especial destaque deste troféu de ralis de referência na Península Ibérica vai para o Grande Prémio Final a atribuir à dupla que se sagrar Campeã: “um programa de ralis em 2023 em Espanha ou em Portugal ou mesmo no ambiente do Europeu de Ralis”.

Do calendário da competição em 2022 fazem parte seis eventos, os primeiros três em Portugal (em pisos terra) e de seguida três em Espanha (em troços de asfalto), e neles incluem-se duas jornadas pontuáveis para o Mundial de Ralis (WRC) e mais uma do Europeu (ERC).