Divine DS, DS E-Tense, DS X E-Tense e DS Aero Sport Lounge são os quatro “concept-cars” que a DS Automobiles apresenta como o futuro automóvel.

“Design radical, prestações de sonho, tecnologia de vanguarda, sustentabilidade e novos materiais” são o denominador em comum de todos esses modelos. A marca explica que vão “muito além de meros exercícios de estilo”, tendo sido projetados e desenvolvidos “para serem realmente conduzidos nas avenidas e autoestradas”.

Foto: DS Automobiles1

Em 2014, a DS Automobiles passou a estar presente no Salão Automóvel de Paris, onde apresentou o Divine DS. Com um “perfil luxurioso e curvilíneo, incluía elementos gráficos que lhe garantiam uma personalidade vincada” e o seu “design espetacular, atrativo e elegante deixou adivinhar as linhas mestras da identidade de uma empresa que pretendia trazer o melhor savoir-faire de luxo francês para o mundo automóvel”.

O interior do veículo contava com a colaboração de grandes nomes do universo do luxo, como a Lesage nos bordados ou a Swarovski nos cristais. A hiperpersonalização foi a grande aposta, já que existiam três opções de interior, que podiam ser configuradas em 15 minutos. No cockpit destacavam-se o touchscreen e os mostradores holográficos, “indicadores do destaque tecnológico expectável nas futuras criações da marca”.

Foto: DS Automobiles1

Dois anos mais tarde, chegava o DS E-Tense, que combina “eletrificação com performance, design, luxo e requinte de um Gran Turismo”. Segundo explica a empresa, este modelo apresenta números de um superdesportivo com uma cadeia de tração 100% elétrica – desenvolvendo uma potência de 402 cv e um binário de 516 Nm, assegurando uma autonomia de 360 Km, em circuito urbano.

Quanto à tecnologia, está presente a fibra de carbono nos chassis, iluminação Active LED Vision, grelha e elementos do painel de bordo concebidos em impressão 3D, dispositivo Clean Cabin, que garante a pureza do ar dentro do habitáculo, entre outros.

O interior contém vários detalhes que apostam no luxo, como a nova geração de estofos em couro do tipo “Bracelet”, processo que exigiu 800 horas de trabalho artesanal, ou o acabamento “Clous de Paris”, inspirado na alta relojoaria, no painel de instrumentos.

Com a sua “espetacular aparência desportiva e interior refinado”, o DS E-Tense foi distinguido como o “Automóvel Mais Bonito” no evento de elegância Chantilly Arts & Elegance Richard Mille.

Foto: William Crozes1

A pensar no futuro do luxo no automóvel e projetado como o “carro de sonho de 2035”, o DS X E-Tense possui “materiais inovadores e equipamentos revolucionários”. Entre eles, as portas em fibra de carbono e couro, inspiradas nas asas interiores de várias espécies de insetos, tanto na sua forma como na sua abertura, e os faróis desmaterializados para que todo o veículo brilhe com a sua própria luz, convertendo-se numa fonte de iluminação.

No interior, a marca destaca dois ambientes diferentes: um que evoca sensações dinâmicas e adrenalina, se o condutor assumir o volante, e outro, relaxante e protetor, se o mesmo optar por uma condução autónoma.

Este modelo conta com dois motores elétricos que desenvolvem 540 cv de potência conjunta, podendo até alcançar os 1.360 cv na versão de pista, preparada pela DS Performance.

Foto: DS Automobiles1

Por último, o DS Aero Sport Lounge “espelha os elementos de design da DS Automobiles para o médio prazo, numa nova linha que combina eficiência e aerodinâmica, com o carácter e a força do design”. De acordo com a empresa, as suas proporções e design estrutural foram projetados para orientar os fluxos de ar e otimizar os consumos de energia e a performance e as jantes de 23” foram criadas para assegurar o mínimo atrito.

No interior, a aposta é no requinte e na sustentabilidade, com recurso a materiais naturais e reciclados, sendo que os ecrãs tornam-se virtuais, com duas lâminas grandes nas quais se criam formas que parecem estar suspensas no ar.