No passado domingo, dia 13 de fevereiro, decorreu nos trilhos de Tábua, em Coimbra, uma prova do Campeonato Nacional de Enduro. Diogo Ventura foi o vencedor, destacando-se entre cerca de duas centenas de pilotos.

A Associação de Desporto MK Makinas desenhou uma corrida com meia centena de quilómetros de percurso e três especiais, onde os participantes lutaram pelas melhores posições, tanto na classificação absoluta como nas classes que dividem o pelotão do campeonato, refere um comunicado da Federação de Motociclismo de Portugal.

Foto: Federação de Motociclismo de Portugal

Foram 11 os pilotos que marcaram presença na Elite, Luis Oliveira foi o vencedor em Elite 1 e Diogo Ventura em Elite 2. Destaca-se também o regresso de Henrique Nogueira, após seis anos da sua última corrida no campeonato. O açoriano Abel Carreiro estreou-se na classe maior e o piloto italiano Morgan Lesiardo esteve presente e vai agora dedicar-se ao mundial de enduro, depois de ter participado nos mundiais de motocross.

Diogo Ventura venceu rapidamente as quatros primeiras especiais, garantindo uma vantagem de quase 30 segundos sobre Luis Oliveira. Venceu novamente a sexta especial, no entanto, Luis Oliveira mostrou depois uma rapidez superior. O piloto da Yamaha venceu cinco especiais e dominou a segunda metade da corrida, porém, anulou metade dos segundos perdidos por Ventura nas primeiras especiais, acabando em segundo posto a quinze segundos de Ventura.

Foto: DR

Na Open, foi Pedro Garcia quem venceu, ficando à frente de Frederico Rocha e João Moura. Assim sendo, na Open 1 a vitória foi de Garcia e a Open 2 foi conquistada por João Moura. Fábio Costa foi o vencedor na Verdes 1, deixando Nuno Pereira (piloto de Marco de Canaveses) na Verdes 2 e Bruno Freitas na Verdes 3. Nas mulheres, a vencedora foi Rita Vieira, deixando Bruna Antunes em segundo e Mariana Afonso em terceiro. Já nos Super Veteranos, o vencedor foi Paulo Miranda e, na Promoção, o vencedor foi Rafael Ferrão.

O próximo campeonato terá uma ronda dupla, de dois dias de competição, nos Açores, nos dias 12 e 13 de março.

Artigo redigido com o apoio de Sofia Gomes, aluna estagiária da Universidade de Trás-Os-Montes e Alto Douro.