A DGS informou, em comunicado, que “recomenda a vacinação com doses de reforço em pessoas com imunossupressão grave, que receberam uma dose adicional para completar o esquema vacinal primário”. Esta dose, esclareceu a autoridade de saúde à SIC Notícias, pode corresponder a uma quarta ou terceira dose.

No dia em que a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) afastou para já a quarta dose da vacina para a população em geral mas recomendou-a para pessoas com um sistema imune gravemente debilitado, a Direção-Geral da Saúde (DGS) atualizou as normas para a vacinação, “com doses de reforço em pessoas com imunossupressão grave”. Além disso, deixa um apelo às mulheres que estão grávidas.

Ler a notícia completa em sicnoticias.pt.