No domingo, dia 22 de janeiro, celebrou-se o Ano Novo Chinês que em 2023 é representado pelo Coelho, símbolo de sorte, paciência e longevidade.

Gentileza e serenidade são mais duas características associados ao Ano do Coelho. Se em Portugal e no Ocidente estamos em 2023, o Oriente entra no ano 4721, regendo-se pelo calendário gregoriano. Já no Vietname celebra-se o Ano Lunar que é do Gato.

A informação foi enviada pela Fundação Oriente aos órgãos de comunicação nacionais e refere que o Coelho, de acordo com a tradição chinesa, foi o quarto dos 12 animais que subiram ao palácio de Buda, em resposta ao chamamento do Imperador de Jade. Por ordem de chegada são: o Rato, o Búfalo, o Tigre, o Coelho, o Dragão, a Cobra, o Cavalo, a Cabra, o Macaco, o Galo, o Cão e, por último, o Porco.

Símbolo de boa fortuna e do princípio feminino na natureza (yin), os chineses desejam que o ano novo traga sorte, sobretudo, após anos difíceis marcados pela pandemia da COVID-19.

Assim, segundo o zodíaco chinês, os animais são atribuídos por ano e não por mês. Por isso, os anos 1939, 1951, 1963, 1975, 1987, 1999, 2011 e 2023 correspondem ao signo Coelho que, segundo a revista digital Lifestyle Asia, refere que as pessoas são consideradas mais reservadas, gentis e empáticas e que são pacientes e resilientes quando querem cumprir um objetivo.