O projeto DesAgro 4.0, liderado pela DOLMEN em parceria com a RUDE, a UTAD e o IPCB, vai realizar, no primeiro semestre de 2022, um conjunto alargado de iniciativas de disseminação dos resultados de investigação desenvolvidos ao longo dos últimos dois anos.

O comunicado indica que serão dinamizadas “quatro sessões de apresentação dos resultados de visitas a fornecedores e utilizadores de tecnologias, baseadas em IoT e agroindústria de precisão, particularmente relacionadas com os setores transformadores alvo do projeto: adegas, entrepostos frutícolas, queijarias e fumeiro”.

Terão lugar ações de apresentação de oito dossiês técnico-económicos desenvolvidos, para cada território – Douro Verde e Cova da Beira, organizadas numa lógica de fileira “Vinha – Adegas”; “Pequenos Ruminantes – Queijarias”; “Cereja – Entrepostos Frutícolas” e “Fumeiro”. “Serão ainda dinamizadas quatro palestras técnicas relacionadas com temas específicos e transversais sobre a adoção de tecnologias de precisão e de IoT”, esclarece o comunicado.

Para o mês de junho prevê-se a realização de dois congressos nacionais sobre IoT e sessões de encerramento do projeto, sendo um realizado no Douro Verde e outro na Cova da Beira.

Estes eventos terão como objetivo “promover uma reflexão alargada sobre a adoção de tecnologias baseadas em IoT e a agricultura e agroindústria de precisão, bem como apresentar os principais resultados do projeto, apontando caminhos de futuro”, conclui.