Foi constituída esta segunda-feira, dia 14 de março, a CT Confraria do Tremoço, a primeira confraria do concelho de Paredes e a única do país com a valorização desta leguminosa, refere um comunicado da ACIP- Associação do Comércio e Indústria de Paredes, fundadora desta associação.

Esta confraria tem como principal objetivo “a divulgação, investigação, a preservação, valorização e defesa cultural e gastronómica do tremoço”, contribuindo para “o incremento do processo económico inerente à sua produção e comercialização, assim como de todas as manifestações de natureza paisagística e ambiental, etnográfica, folclórica e cultural”.

De acordo com um comunicado, o tremoço é um dos produtos que “caracterizam e identificam muito os paredenses, nesse sentido é importante a sede ser no concelho de Paredes”, mas a área de atuação social da confraria estender-se-á a todo o território nacional, podendo constituir intercâmbios com confederações e confrarias gastronómicas nacionais e estrangeiras entre outras entidades.

“A luta e a perseverança são atributos que identificam a nossa associação. Portanto, a confraria do tremoço é o esplendor do resultado da nossa persistência e da confiança dos nossos associados e pelo esforço de todos os órgãos sociais da ACIP Paredes. E porque pensamos no melhor para o nosso concelho futuramente poderemos dar a conhecer a todo o território nacional e quiçá internacional, a magia que se pode fazer com apenas uma iguaria que é o tremoço. Seguimos juntos”, afirma Cecília Mendes, presidente da Direção da ACIP Paredes.