Este sábado, dia 3 de setembro, voltou a cumprir-se a tradição em Saímes, na freguesia de Espadanedo, concelho de Cinfães. O arco gigante em honra de Nossa Senhora de Lurdes voltou a atrair as atenções e a participação de centenas de pessoas.

Ao longo da tarde os olhos estavam postos no céu para ver erguer aquele que foi o trabalho de muitos dos habitantes da freguesia e também emigrantes.

“Esta tradição é um orgulho e acho que o que todos nós temos é gratidão pelas pessoas que se juntam ao longo deste tempo dentro de uma perspetiva de convívio, de família, em que trabalho em conjunto, em que dão um bocadinho do seu tempo e que, acima de tudo, fazem esta tradição única e que acho que exemplifica bem a criatividade e a capacidade das nossas gentes”, disse ao Jornal A VERDADE o pároco de São Cristóvão de Espadanedo e de Santa Maria Maior de Tarouquela.

Para o vice-presidente da Câmara Municipal de Cinfães, Serafim Rodrigues, esta tradição “é um património do município e aqui, se calhar, da região”. “É um arco já secular, não se sabe muito bem qual foi a origem dele, mas que, de dois em dois anos, este povo aqui de Saímes e da freguesia consegue fazer este evento, o levantar do arco que tem uma altura, este ano, segundo dizem, de 47 metros”, completou.